E se o Protheus tivesse certificações?

Hoje trago uma ideia que gostaria de compartilhar com vocês leitores.

Antes de começarmos com a ideia que irei expor, eu sei que a TOTVS tem (ou pelo menos tinha quando eu estava na TOTVS Bauru), a certificação conhecida como HCT (Homologação e Certificação TOTVS), mas ela somente é liberada para quem é funcionário da empresa. Então isso que fez me abrir o questionamento do que irei trazer para vocês.

Vamos pensar um pouco

Hoje um dos maiores problemas em customizações é quando o analista sai martelando fonte, sem pensar nas medidas que vem sendo tomadas para proteger a integridade do produto. E que isso afeta quem presta suporte ao produto como as franquias, a própria TI do cliente e terceirizados.

Tanto que alguns exemplos recentes, como o bloqueio do StaticCall e em futuras builds talvez funções como MaLibDoFat, ParamBox, entre outros (nesse link tem uma breve explicação).

Então a ideia que venho divulgar a vocês, desde a época que eu trabalhava na TOTVS, eu pensava e se tivesse uma prova paga de certificação em AdvPL / TL++, revisado por profissionais e com tempo de validade, similar as certificações Linux, Microsoft e Oracle (não sei dizer, mas tenho quase certeza que a SAP também tem).

Até o Mr. Bean iria fazer a prova rs

Aí você pode pensar, “Daniel, mas qual seria o ganho disso?”. Bom, a princípio eu vejo 3 tipos de ganho:

  1. Para a TOTVS
  • Iria elevar o nível do mercado, com profissionais certificados
  • E claro ganharia o valor da inscrição para a certificação
  1. Para quem programa
  • Talvez ganhar acesso a compilação de funções restritas, como as citadas acima (MaLibDoFat, ParamBox, etc), provando que o analista sabe o que está fazendo
  • Talvez ao abrir chamados, já cair em um nível 2 por já ter conhecimento comprovado
  • Usar a certificação para se promover no currículo ou LinkedIn
  1. Para o cliente
  • Contratar serviços de qualidade seja de franquias, terceirizados ou até possíveis funcionários
  • Prever as famosas cagadas do pessoal que não sabe o que está fazendo

Eu estou divulgando aqui com vocês, pois se alguém conhecer pessoas dentro da TOTVS que cuidam de certificações ou estudos, para que vai que, levam essa singela ideia em consideração rs.

E vocês, o que acham dessa ideia? Deixe nos comentários.

Bom pessoal, por hoje é só.

Abraços e até a próxima.

Dan Atilio (Daniel Atilio)
Especialista em Engenharia de Software pela FIB. Entusiasta de soluções Open Source. E blogueiro nas horas vagas.

6 Responses

  1. Henrique magalhaes disse:

    Grande Daniel Atilio (primão), um tema relevante para os dias atuais porém controverso! Como pisei nas duas escolas vou dar uma opinião simples!
    Somente a certificação mesmo que paga e com critérios vai resolver pouco o problema!
    O que vejo hoje da SAP é que existem Best Practices (melhores práticas), um conjunto de documentos e procedimentos que devem ser seguidos (até para se ter suporte)! E isso requer uma documentação do produto para consultores de forma mais amplas e disponível possível e principalmente garantir que as parceiras (franquias) sejam certificados e avaliadas neste quesito (recebam notas mesmo), aí o movimento de mudança acontece e até os clientes vão optar por parceiros qualificados e nestes terão pessoas que sejam as práticas sugeridas ou embasadas do produto!
    Infelizmente na área de TI a velocidade x facilidade de customizar no protheus por exemplo leva a equívocos , não pensa que não existe isso na SAP, existe mas não é aceito pelas melhores práticas , logo quando uma consultoria vê algo assim, já alerta o cliente e isso vira uma mudança orgânica!

    Espero ter contribuído de alguma forma e parabéns pelo canal e pelo tema!

  2. Marco Nagoa disse:

    Acho ótimo, com bons cursos e documentação bacana, com exemplos reais, da forma que você faz no terminal da informação. Nós, assinantes terminal da informação, podemos avançar neste sentido.

  3. Daniel Buceli disse:

    Acredito que seja um tema muito necessário de ser abordado seriamente pela Totvs. Fiz semana passada um curso do SAP e deu pra notar, pela abordagem adotada pelo professor, que este é um tema levado bem a sério inclusive no dia a dia dos próprios colaboradores (alguém certificado em um tipo de processo, que aborda um conjunto fechado de telas, não apenas não tem conhecimento como não tem autorização para atuar em telas de outros processos).
    Isto melhora não apenas a competitividade dos profissionais habilitados Totvs no mercado, mas acredito que melhora muito também a qualidade dos serviços realizados para os clientes.

Deixe uma resposta para Marco Nagoa Cancelar resposta