Presente do Internauta – Renan Machado

Hoje vamos mostrar o carinho de um internauta e aluno nosso que nos presenteou agora em Agosto.

Em Agosto, o Terminal completou 10 anos de existência (até fizemos um vlog especial, clique aqui para conferir), então alguns alunos e amigos vieram me chamar no WhatsApp para conversar.

O Renan Machado, que além de internauta aqui do projeto também é aluno da nossa Assinatura Premium e um grande amigo, começamos a conversar sobre o que estávamos lendo.

Ai eu comentei que geralmente leio dois livros ao mesmo tempo, e estava lendo o clássico Dom Quixote e o 21 lições para o século 21, e eis que ele me mostrou um livro que eu não conhecia, o Manuscrito original de Napoleon Hill.

O livro me despertou o interesse, e para minha surpresa o Renan comprou o livro e me mandou de presente, inclusive já estou lendo sobre os ensinamentos de Napoleon Hill.

Olha a cara de alegria

O conteúdo do livro é bem abrangente e expande muito nosso conhecimento, deixo a indicação para vocês também.

Como por exemplo, aprimorar nossos comportamentos e melhorar nossa forma de encarar nossos objetivos, além de traçarmos estratégias possíveis para alcançar isso (é um ótimo livro para quem gosta da área comercial, vendas, etc).

Eu gostei tanto do livro, que até o momento que estou redigindo esse arquivo já estou na Lição 11 (de 16).

E gostaria de agradecer publicamente ao Renan pelo carinho e pelo presente, Deus o abençoe grandemente.

Bom pessoal, por hoje é só.

Abraços e até a próxima.

Dan (Daniel Atilio)
Especialista em Engenharia de Software pela FIB. Entusiasta de soluções Open Source. E blogueiro nas horas vagas.

4 Responses

  1. rafa_achoa disse:

    O hómi é merecedor! Parabéns pelo gesto de carinho do Renan! Boa leitura Atilião.

  2. Daniel Gonçalves Jr. disse:

    Uma leitura bem difícil a de D.Quixote. Eu li o volume 1, há muuuito tempo (1982), mas protelei a leitura do 2, e até agora não retomei. Terei de recomeçar a leitura do 1 pra ler passar pro volume 2 (1033 páginas)!
    O vocabulário do livro é bem da época, pelo menos a edição que tenho do Círculo do Livro, então tem de ficar com o dicionário aberto para consultar. Agora é só falar ou digitar no google, bem mais fácil.
    Boa leitura.

Deixe uma resposta para Dan Atilio (Daniel Atilio) Cancelar resposta