Aplicativos Essencias: Remmina (Conexão Remota)

Aplicativos Essencias: Remmina (Conexão Remota)

Boa tarde gente, hoje começarei uma nova série de matérias, os Softwares Complementares (ou, dependendo do caso, seria Essencial), aqui irei postar aplicativos interessantes tanto para Windows quanto para Linux, sendo que o Linux terá um foco maior, devido a muitos usuários não conhecerem algumas aplicações. E Hoje irei mostrar uma ótima aplicação para conexão remota (na minha opinião melhor que o Putty), o software Remmina.


Primeiramente, qual seria a vantagem do Remmina?
A sua facilidade e configuração, mesmo não sendo tão robusto como outras ferramentas (Putty) e nem tão simples como outras (TS do Windows), o Remmina tenta conciliar ambos os lados e consegue com êxito o que propõe, sendo que, para configurar uma conexão de Windows Server, é simples os passos, e a de Shell (Terminal Linux, BSD, UNIX, etc) também é extremamente simples, e irei apresentar para vocês os exemplos abaixo:

$> Remmina:
A janela principal do Remmina, traz a barra de ferramentas padrão (você pode ver Sobre o projeto, Plugins, mudar a Preferências, etc), e abaixo, traz uma barra com alguns ícones, um deles é a criação de uma nova conexão.

Remmina, destacando na imagem o botão de Nova Conexão
Remmina, destacando na imagem o botão de Nova Conexão

$> Criando uma conexão com Windows Server:
Clique no botão de criar conexão (ou vá no menu principal Connection -> New, ou Conexão -> Nova). Na janela nova que será mostrada, as informações que se destacam são:
Perfil:
Nome – Aqui é onde será guardada o nome da conexão, por exemplo Conexão Servidor de Impressão
Grupo – Se você quer separar suas conexões por grupo, por exemplo Grupo Windows Server 2008
Protocolo – Aqui você seta o protocolo do servidor, no caso do Windows é o RDP

Aba Básico (Configurações Básicas da Conexão):
Servidor – IP do servidor, por exemplo 000.000.0.000
Nome de Usuario – Usuário do servidor, por exemplo nome.usuario
Senha – Senha do usuario do servidor
Domínio – Domínio da conexão feita, como WORKGROUP por exemplo
Resolução – Aqui você consegue setar a resolução do desktop, deixar a resolução total, ou 800×600, etc
Cor – A paleta de cores da conexão, no exemplo abaixo usei a True Color, para ter a cor mais aproximada da conexão
Pasta Compartilhada – Aqui você escolhe uma pasta do seu sistema para comparilhar com o servidor Windows.

As Abas Avançadas e SSH, não são necessárias para uma conexão com Windows, a não ser que o Cliente da conexão exige, mas para uma conexão básica, os parâmetros acima estão OK.

Criando uma conexão com Windows Server
Criando uma conexão com Windows Server

$> Criando uma conexão SSH (Shell ~ Linux, BSD, outros terminais da vida):
Crie uma conexão como no exemplo acima, as configurações são quase as mesmas:
Perfil:
Nome – A mesma coisa que a conexão de Windows, por exemplo, Conexão Servidor de e-Mails
Grupo – O mesmo conceito de separação por grupos, por exemplo Grupo SSH
Protocolo – Aqui no Protocolo você seta como SSH

Aba SSH (configurações totais para a conexão):
Servidor – IP do servidor de conexão, por exemplo 000.000.0.000
Codificação – Aqui você pode setar a codificação de caracteres usados, no meu caso eu costumo colocar UTF-8
Programa de Inicialização – Se você souber algum programa de inicialização junto ao servidor, pode colocar, senão, pode deixar em branco
Nome de usuário – Nome de usuário do servidor, por exemplo, usuario
Senha / Chave Pública / Arquivo de Identidade – Aqui você seta o seu modo de identificação, eu prefiro deixar como Senha

Criando uma conexão SSH
Criando uma conexão SSH

Para instala-lo, basta ter alguns plugins básicos, no caso do OpenSUSE, no próprio repositório das comunidades, há o instalador do Remmina, em outros casos, baixe o pacote e siga os passos, conforme o site oficial: Remmina.

Bom pessoal, por hoje é só, qualquer dúvida, podem entrar em contato.
Abraços e até a próxima.

About Dan_Atilio

Analista e desenvolvedor de sistemas. Técnico em Informática pelo CTI da Unesp. Graduado em Banco de Dados pela Fatec Bauru. Entusiasta de soluções Open Source e blogueiro nas horas vagas. Autor do projeto Terminal de Informação, onde são postados tutoriais e notícias envolvendo o mundo da tecnologia.

10 comentários em “Aplicativos Essencias: Remmina (Conexão Remota)

  1. Dan Atiio, ótimo post, me ajudou muito, pois sou responsável pela infra estrutura de informatica de uma empresa e estou aos poucos implantando o linux. Se possível como faço o caminho inverso, usando o mstsc do windows para acessar o maquina linux pela area de trabalho remoto com o remina? Desde já obrigado.

    1. Boa noite Ivalber,
      Muito obrigado pelo acesso e pelo apoio.
      Quanto ao acesso pelo MSTSC do Windows, eu desconheço, já que seu protocolo padrão é o RDP. Talvez tente rodar o Putty, ou outro programa para acessar protocolos SSH. Futuramente irei fazer uma postagem sobre como acessar conexões remotas SSH através do Windows.
      Abraços e boa semana.

      1. Boa noite Murilo.
        Muito Obrigado pela contribuição, desconhecia essa ferramenta, vou verificar como instalar no OpenSUSE ai depois posto um tutorial.
        Abraços e boa semana.

    1. Boa noite Paulo.
      Pode ser várias interferências, tente primeiro acessar de outra máquina com outra conexão de rede, se funcionar, então é bloqueio na sua máquina (privilégios de rede), tente também utilizar outro software, como putty.
      Abraços e boa sorte.

  2. boa tarde
    Estou implantando ubuntu nas estações e queria acessar via remoteapp para abrir direto o programa na maquina ts, se acessar a maqina ts acessa normal, mas quando coloco para acessar por app para ir para o server add e depois direcionar para os outros servidores não acessa p programa colocado na inicialização

    1. Bom dia Jardel.
      Que estranho, teste para ver se o programa que você está utilizando como ponte, é possível abrir via cmd (prompt de comando), outro teste é tentar colocar outro programa na inicialização como “notepad” (sem aspas), para ver se ele consegue abrir.
      Se conseguir, pode ser alguma variável de ambiente do Windows, ou alguma regra do Active Directory da Microsoft.
      Abraços e boa sorte.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: