Você sabia que Come-Come é o nome de outro game que não é o Pac-Man?

Você sabia que Come-Come é o nome de outro game que não é o Pac-Man?

Salve salve pessoal…

Você sabe o motivo do Pac-Man ser conhecido no Brasil por Come-Come? E sabia que isso não tem nada haver com o personagem da Namco?


Aperta o X

Surgimento do Pac-Man

Pac-Man o mascote da Bandai Namco, foi desenvolvido e criado pelo designer Toru Iwatani no começo da década de 1980 (antes da Namco se fundir com a Bandai). Naquela época, a maioria dos Fliperamas eram de naves com alienígenas ou e guerras, e Iwatani queria desenvolver um jogo amigável, em que qualquer criança pudesse jogar e se sentir familiarizada.

Iwatani estava pensando em criar um personagem que lembrasse desenhos animados, mas estava sem nada na cabeça, eis que ao pedir uma pizza, e ao retirar dois pedaços, a pizza ficou parecida com uma boca, ai surgiu a ideia de fazer um personagem “comilão”.

Inspiração vinda de Pizza
Inspiração vinda de Pizza

Esse personagem teria apelo cômico, e o jogo se passaria em um labirinto, onde o personagem deveria comer pastilhas, frutas e desviar ou comer fantasmas quando estivesse com powerup. O jogo foi lançado primeiramente no Japão em 1980, com o nome Puck-Man, e trazia alguns recursos inovadores como a mecânica de Power Up.

Além disso, a IA da máquina tinha algumas funcionalidades específicas para a época, enquanto um fantasma perseguia o Pac-Man, outros tentavam cercá-lo.

Nomes dos fantasmas
Nomes dos fantasmas

Midway entra na jogada

Na década de 1980 era comum empresas japonesas cederam a licença de personagens para empresas americanas distribuírem seus games, assim a empresa japonesa não teria “prejuízo” caso o game não desse certo, e com isso a Midway, faz um acordo com a Namco para distribuição dos fliperamas em território norte americano, sendo que o jogo foi lançado na terra do Tio Sam em 1981.

Fliperamas pela Midway
Fliperamas pela Midway

O jogo foi renomeado e Puck-Man para Pac-Man, pois o primeiro nome poderia ser confundido com um palavrão nos Estados Unidos. O jogo viciante rapidamente se tornou um sucesso, ultrapassando o sucesso da época, Asteroids, ultrapassando 1 bilhão de dólares, sendo um dos primeiros a games a ter um investimento em marketing, sendo que o personagem ganhou camisas, livros, jogos de tabuleiro, etc.

Ainda em 1981, o jogo ainda ganha duas novas versões, com mudanças no personagem, uma com uma personagem feminina (Ms. Pac-Man) e com uma criança (Jr. Pac-Man). O personagem se tornou um ícone da cultura gamer, ganhando inúmeros games, desenhos animados e até fazendo participações em outros jogos, inclusive no jogo Klonoa do Playstation, o gatinho tem um boné com o Pac-Man bordado.

Klonoa, no boné existe o desenho do Pac-Man
Klonoa, no boné existe o desenho do Pac-Man

Os clones do Pac-Man

O jogo fez tanto sucesso que ganhou diversos clones, e como a Atari tinha a licença do game para seu console, o Odyssey² ganhou um game chamado K.C.’s Krazy Chase!, que era basicamente o Pac-Man mas com outro personagem (ao invés de amarelo, ele era azul), e o jogo era continuação do game K.C. Munchkin (outro que era cópia do Pac-Man).

K.C., jogo clone do Pac-Man
K.C., jogo clone do Pac-Man

O Odyssey² é o segundo console da empresa Magnavox, que se uniu a Philips para o lançamento, e é aí que entra o mercado brasileiro na jogada.

Regionalização dos games, surge o Come-Come

A Philips, em 1983 lança o Odyssey² no Brasil, renomeando o console aqui apenas para Odyssey, o console foi lançado na época por Cr$ 150 (algo em torno de R$ 2.700,00), e para ele estava disponível cerca de 15 jogos, todos com manuais e caixas em português.

Um dos jogos era o K.C.’s Krazy Chase!, cujo nome que estampava na caixa era Come-Come, e assim como Pac-Man era viciante, o jogo se tornou um sucesso entre os gamers, e até quem não jogava, via o game em que o personagem andava comendo tudo, e ficava com isso na cabeça “Come Come”

Comparação entre os dois
Comparação entre os dois

A Philips para regionalizar o game aparentemente tudo aconteceu em uma reunião, entre Carlos Alberto Cardoso (gerente de produtos da Philips), Milton Bonanno (gerente de propaganda da Philips) e Davi (engenheiro da empresa). Bonnano perguntou a Davi como era o jogo, e o rapaz respondeu “é um bichinho, ele vai num labirinto e come, come, come”, Bonnano então respondeu “Está aí o nome! Come-Come!”.

O jogo se tornou um sucesso aqui, inclusive o primeiro game da série (K.C. Munchkin) foi lançado aqui no Brasil como Come-Come 2.

Capa do jogo Come-Come
Capa do jogo Come-Come

Nos States, esse game rendeu um processo na justiça, pois a Atari tinha os direitos de licença exclusiva do Pac-Man para os consoles (sendo que ele foi lançado para o Atari 2600), e ao ser lançado esse game, a Atari acusou a Philips de plágio. No começo do processo a justiça americana indeferiu o pedido da Atari, assim permitindo a venda do game da Philips.

Porém, após a apresentação de um recurso, a Atari venceu, e tanto o primeiro quanto o segundo game foram proibidos de serem vendidos nos Estados Unidos (esse foi um dos primeiros processos que foi aplicado a regra de direitos autorais quanto a aparência de software).

Cartuchos do Odyssey
Cartuchos do Odyssey

Mas essa decisão era só no território norte americano, no resto do mundo, o game do Come-Come poderia ser vendido normalmente, então quando o Atari 2600 chegou aqui em 1983, o game do Pac-Man era chamado por todos como Come-Come, mas devido ao processo nos Estados Unidos contra a Philips o K.C. nunca mais teve continuações (talvez evoluindo o contexto do personagem), e assim sendo, o jogo da Namco é conhecido pelos mais velhos até hoje como Come-Come.

Referências:
jogos.uol.com.br
skdesu.com

Bom pessoal, por hoje é só.
Abraços e até a próxima.

Aperta o X

About Dan_Atilio

Analista e desenvolvedor de sistemas. Técnico em Informática pelo CTI da Unesp. Graduado em Banco de Dados pela Fatec Bauru. Entusiasta de soluções Open Source e blogueiro nas horas vagas. Autor do projeto Terminal de Informação, onde são postados tutoriais e notícias envolvendo o mundo da tecnologia.

2 comentários em “Você sabia que Come-Come é o nome de outro game que não é o Pac-Man?

  1. muito legal, não conhecia a história do “come-come”.
    jogava o pac-man do cce (atariage.com/2600/carts/c_PacMan_CCE_front.jpg)
    tenho esse cartucho até hj.
    abraço!!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: