Crônicas – A vez que eu passei fome em um cliente

Que dia hein rs…

Eu era bem tímido, e um cliente aqui em Bauru solicitou uma agenda presencial, e o analista que atendia eles, estava de férias, então me alocaram.

Foi um dos primeiros clientes que eu atendi, inclusive na época eu nem tinha carro rs…

Olha o sonho de consumo rs

Quando cheguei no cliente era para acertar algumas tratativas em jobs internos, então comecei a fazer toda a alteração necessária. Porém o responsável pelo TI no cliente teve de sair e não me instruiu se tinha refeitório, se tinha restaurante perto nem nada rs…

Na época o Google Maps em Bauru não tinha muitas informações e não existia apps como iFood ou Uber Eats, e eu tinha aquele velho celular que nem tinha Sudoku direito (famoso celular mandioquinha)…

LG Ruby – famoso celular mandioquinha

O tempo foi passando (até deu desespero quando todos saíram e eu fiquei sozinho lá com meu notebook rs) e eu decidi dar um gás violento na rotina. Eu finalizei as coisas por volta das 14h30, e comecei a fazer algumas validações extras, e perfumarias. O TI do cliente acabou chegando umas 15h, validou tudo e me liberou.

Sai de lá, quase 16h, já com a barriga la nas costas (acho que se eu encontrasse um tijolo, comia com sal e pimenta rs)… Fui correndo para a faculdade, e lá aquele velho espetinho de frango salvou o dia.

Ahhhh espetinho s2

E assim jovens, como eu sofri por não falar nada, não perguntar e não pedir ajuda para o pessoal que estava lá no escritório, não façam isso, eu era orgulhoso (ainda sou um pouco confesso rs) e passei fome à toa rs…

Esse é um artigo da coluna, Crônicas, se você gostou, deixe um comentário que irei publicar outras histórias no futuro.

Bom pessoal, por hoje é só.

Abraços e até a próxima.

Dan Atilio (Daniel Atilio)
Especialista em Engenharia de Software pela FIB. Entusiasta de soluções Open Source. E blogueiro nas horas vagas.

Deixe uma resposta