Entrevista – George Allan (Criador da UserFunction)

A entrevista de hoje, é com o criador do maior portal independente de Protheus do mundo, o George Allan criador do portal UserFunction.

A primeira vez que conversei com o George foi em meados de 2016, onde nós fizemos uma parceria sobre conteúdos entre o Terminal de Informação e o portal UserFunction.

Hoje o portal UserFunction se consolidou como o maior portal independente de conteúdo sobre o Protheus com diversos conteúdos como customizações, processos padrões, vídeo aulas e muito mais.

Então sem mais delongas, segue abaixo nossa entrevista com o George.


Daniel: George, primeiramente é uma honra ter você aqui no Terminal de Informação, para quem não te conhece, se você quiser falar um pouco sobre você e como você entrou na área.

George: Fala Atílio, blza cara! Parabéns pelas iniciativas das entrevistas, eu vi a do Mansano e gostei muito.

Vamos lá nos apresentar. Eu sou o George, sou de Natal/RN e hoje moro em São Paulo, capital. Sou programador desde sempre e fundador da UserFunction junto com a Romenna, com quem sou “casado” profissionalmente desde 2004.

Já a Userfunction é uma empresa especializada em tudo que orbita o mundo Protheus. Desde o início da empresa nós fazemos vídeos explicando o funcionamento do sistema e até hoje estamos nessa pegada, só que hoje nós também trabalhamos para empresas que querem ter o Protheus funcionando melhor, ou com uma customização, alguma tecnologia nova ou qualquer outra coisa relacionada ao Protheus a gente está lá ajudando o pessoal. Nós temos uma relação muito sadia com nossos clientes.

George e Romenna a dupla dinâmica da User Function

Daniel: Como você conheceu e entrou no mundo TOTVS?

George: Cara, meu primeiro contato com o Protheus foi quando fui ser TI de uma empresa que vendia óculos, a Ótica Diniz, e os caras estavam implantando o Protheus. E eu falo “os caras”, mas na verdade era a Romenna quem fazia a implantação junto com a equipe dela (Na época ela trabalhava na TOTVS). Mas era uma implantação complicada por que existia tipo um template de óticas e que, na época, não funcionava tão legal assim. Então a gente sofreu um bocado pra botar no ar mas realmente foi lá que tive o meu primeiro contato com o Protheus.

Daniel: E como foi sua experiência em coordenar equipes?

George: Desde sempre lá na UF e até antes disso, eu e a Romenna nos complementamos até nessa questão da coordenação, ela tem muita facilidade (e habilidade) para coordenar projetos de implantação de módulos. Já eu tenho uma tendencia maior de ir para projetos que têm customizações, integrações, outros sistemas, outras tecnologias… essas coisas, e acho até que você Atílio também tem um carinho por essa parte da coordenação. Então acabou que naturalmente eu fiquei mais dedicado a esta parte, mas claro que no dia a dia não tem muito jeito e temos de nos envolver em todo tipo de projeto.

Daniel: Falando agora sobre o portal UserFunction, como foi a concepção inicial da ideia/do blog? E como foi a transformação dessa ideia em uma empresa?

George: Cara, a ideia inicial era de montar um portal com informações sobre o Protheus, só que informações no formato de vídeo, pois a gente acreditava que essa era a melhor forma de ensinar na Internet, e assim a gente fez.

Mas é bem como você falou, no início era meio que um hobby, feito nas horas vagas e talz… e depois investimos mais tempo e acabamos montando cursos, depois iniciamos suporte com alguns clientes, depois consultoria e de forma bem natural foi feita essa transição.

Visual do portal da UserFucntion em 2014

Daniel: Como foi a vinda da UserFunction para São Paulo?

George: Cara, no segundo semestre de 2019, ou seja, mais ou menos um ano e meio atrás, a gente veio para o Universo TOTVS, que é um evento que a TOTVS promove para o ecossistema completo dos sistemas dela, e o principal sistema do evento era o Protheus.

Lá a gente conheceu muita gente e recebemos muitas, mas muitas sugestões, conselhos e apoios para virmos pra SP. E em 2019 ainda nós topamos e viemos para São Paulo, chegamos em dezembro para fazermos a fusão da UF com uma empresa de consultoria Protheus aqui de SP. Só que acabou que a fusão não rolou e ficamos sozinhos aqui, e isso ocorreu agora (ano passado) em fevereiro de 2020, e também por coincidência foi bem no início da pandemia.

Eu comentei isso da pandemia por que São Paulo é uma ótima cidade, mas acabamos não conhecendo muito da cidade e das pessoas da cidade por conta das restrições de zonas vermelhas, amarelas e essas outras que ficam acontecendo aqui 🙂

Queremos conhecer muita gente pessoalmente, tipo você, o Fernando Bueno (que também tem um site sobre Protheus), o Naldo do BlackTDN, que está no RJ mas daqui pra lá dá pra ir até de carro! O Christian Regazzo, o Fernando da Compila e mais uma galera do meio e que com certeza vai rolar um papo legal.

Até teve uma galera que já chegamos a conhecer, como o Rogério da RFB, também uma galera fera da TOTVS, o Jandir, Ronaldo Andrade (Que sempre nos dá um p*ta apoio), Fabão, Pedro, Ivan, Forastieri, Cesar, Robson e mais uma ruma de gente que acaba nos ajudando bastante no dia a dia.

Daniel: Eu tive a honra de trabalhar com o Bueno, profissional excelente. E também conheci o Crhistian, manja bastante também. Agora, quanto as novas demandas e tecnologias do Protheus (PO-UI e TLPP), qual sua opinião sobre o assunto?

George: Atílio, eu vejo com empolgação e também cuidado por qualquer movimento desses da TOTVS quanto a novas tecnologias embarcadas ou complementares ao sistema Protheus.

A empolgação vem por termos novas ferramentas para aplicarmos nos clientes e com isso escolhermos melhor qual solução será a melhor pra ele, evitando utilizar soluções de outros fornecedores que não a própria TOTVS. É sempre mais simples de manter uma estrutura se você não tem tantos fornecedores envolvidos. E o cuidado é para não entrarmos muito de cabeça em algo que a TOTVS descontinue ou deixe de lado, sem evoluir. Temos sempre de pesar isto antes de sugerir ou aplicar alguma tecnologia dessas em nossos clientes.

Mas no caso específico do PO-UI e o TLPP, ambos já são uma realidade e com certeza é um assunto empolgante. O PO-UI por ser um projeto aberto e moderno mantido pela Própria TOTVS e que nos dá tanta liberdade no front. E o TLPP que, entre outras coisas, nos liberta de algumas limitações chatinhas do ADVPL, como a limitação dos nomes.

A gente da UF está com outros projetos de tecnologias aplicadas ao Protheus, os principais hoje são o bot em whatsapp com atendimento humano integrado ao Protheus. Essa solução é aquela que o cliente dá um ‘oi’ para o whatsapp da empresa e o bot oferece alguns serviços, como segunda via de boleto, NF, preços de produtos, estoque de produtos e outras informações que existem no Protheus, e depois o cliente pode pedir para falar com um atendente e o atendente entra na conversa, é bem legal essa solução.

E estamos também com uma solução muito legal de integração do Protheus com o VTEX, é uma solução bem robusta que os clientes estão gostando muito. Ficaram bem legais as soluções sabe Atílio, logo que você tiver uma oportunidade eu quero mostrar para você, acho que só de olhar você pode ter alguma dica legal pra melhorarmos ainda mais as ferramentas.

George Allan

Daniel: Opa, será uma honra, quando quiser me mostrar é só falar. Falando sobre blogs, hoje se algum leitor quiser abrir um blog sobre AdvPL / Protheus, você tem alguma dica para compartilhar?

George: Eu acompanho todos os blogs e canais que existem sobre Protheus, eu consumo tudo de todos, seja pelos blogs ou pelo YouTube. Já Romenna consome mais o Instagram, mas de verdade mesmo Atílio, a gente consome tudo.

Até quando você mesmo postou que iria se dedicar mais a assuntos Protheus a gente vibrou, porque a gente vê o quanto que você produz e você colocando essa energia para conteúdo Protheus vai ser bom demais para a comunidade toda, então #GoAtílio! #GoTerminalDeInformação!

E se a gente pudesse dar alguma dica seria: Faça o melhor com o que você tem e persista pois não é fácil essa parada de criação de conteúdo. Ficar parado não é uma opção.

Eu falo de fazer o melhor com o que você tem para o pessoal não esperar o melhor microfone ou melhor câmera, o que importa realmente é o conteúdo e ele vai se impor a qualquer dificuldade técnica de áudio/vídeo que você tenha.

Daniel: George, muito obrigado mais uma vez pela oportunidade (e pelo feedback). Fico feliz com o crescimento da UserFunction e torço cada dia a mais por vocês. Se alguém quiser te seguir, ou seguir o portal da UserFunction, quais são os links?

George: Valeu aí pela iniciativa da entrevista, obrigado por me convidar pra esse bate papo e quero já aqui combinar que quero fazer uma entrevista contigo também, essa você vai ficar me devendo 🙂

O portal userfunction está no endereço http://userfunction.com.br/blog, temos o canal do YouTube também ( https://www.youtube.com/userfunction ), e o insta https://www.instagram.com/userfunction, e para um contato direto pode nos mandar um e-mail em contato@userfunction.com.br que a gente bate um papo.

Valeu aí Atílio, sucesso pra você meu camarada.


E você, o que achou da entrevista? Deixe nos comentários.

Bom pessoal, por hoje é só.

Abraços e até a próxima.

Dan Atilio (Daniel Atilio)
Especialista em Engenharia de Software pela FIB. Entusiasta de soluções Open Source. E blogueiro nas horas vagas.

6 Responses

  1. Guilherme Camilo disse:

    Show de bola, acho muito massa o trabalho do George e da user Function. Várias vezes pesquisando algum assunto acabava sendo direcionado para o portal deles, sempre diretos e claros na explicação do assunto. Parabéns pelo trabalho.

  2. Luis Felipe Oliveira disse:

    Como sempre aperfeiçoando e trazendo conteúdo de qualidade! Parabéns, Atílio! Estou curtindo muito as entrevistas e as crônicas!

  3. Helinux disse:

    muito bom!!!! a informação em buca de qualidade!!!! valeu

Deixe uma resposta