Depoimento – Rodolfo Palugan

Pessoal, recentemente no Discord, recebi esse texto do Rodolfo, e perguntei se eu podia compartilhar no Ti, pois a história dele pode também encorajar e motivar outros nesse mundão da programação. Espero que gostem.

Antes do relato, deixo aqui, o LinkedIn dele: https://www.linkedin.com/in/rodolfo-palugan-811b68205/

Tô passando aqui só pra te parabenizar pelo TI!

Que trabalho fantástico você faz! Muito boas suas entrevistas, crônicas, dicas e guias. Ontem tive um tempo livre e fui destrinchando página por página, e continuo avançando rumo aos seus posts mais antigos.

Mas o que mais me chamou a atenção, foi a sua série “Como ser um bom programador“, assisti os 10 vídeos sem parar. Além das dicas excelentes, o que mais surpreendeu foi o quão humana essa nossa área é, apesar de ser uma ciência exata. A colaboração entre os profissionais, a trilha sonora de jogos míticos que você usa nos vídeos (me identifiquei muito), os problemas de estresse e ansiedade, a simplicidade das pessoas, especialmente nós que somos do interior do interior.

Finalmente eu pude entender o motivo de o Súlivan, que nem me conhece, ter ficado mais de 1h30 aqui me ajudando sem querer nada em troca, ou até o fato de você mesmo, criador do grupo, ter me respondido aquele dia em que eu te mandei mensagem no privado (achando que seria ignorado), para tirar uma dúvida.

Você é uma lenda no Protheus, mas mostrou que por trás de todos os códigos e procedimentos tem um ser humano comum, com hobbies, sonhos e frustrações como todo mero mortal.

Recebi uma oportunidade para aprender sobre o Protheus na empresa em que estou, há 3 meses, apenas com o ensino médio concluído e muita curiosidade e paixão pela informática. Já ouvi comentários cruéis de pessoas há mais tempo no mercado de trabalho, dizendo que era um absurdo eu ter 27 anos e nenhum curso superior. Foi complicado, é difícil ouvir uma análise tão rasa e crítica da sua vida de pessoas que não te conhecem, que não fazem ideia das circunstâncias que te trouxeram até o presente.

Mas levantei a cabeça, continuei estudando, sempre procurando ajuda dos mais experientes, que em 99% dos casos foram muito parceiros comigo. Me matriculei numa faculdade para o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas EAD. Semana que vem começam as aulas, também pretendo assinar o TI para ter acesso aos seus cursos até o mês que vem, no mais tardar.

Antes de trabalhar aqui, antes de conhecer o universo Protheus, eu era um recepcionista de hotel, nada contra a profissão, porém eu trabalhava basicamente de domingo a domingo, recebia folgas aleatórias, quase sempre sábado ou no meio da semana, perdi Natais, feriados e finais de semana sem poder estar com a minha família, preso, carregando malas, colchões e camas escada acima e abaixo, tudo em troca de R$ 1.400,00 por mês.

Hoje eu tenho uma perspectiva, sei que nossa área não é fácil também, que tem seus desafios, prazos, finais de semana trabalhados, pressões, mas sei que agora tenho a chance de ter uma vida melhor com a minha família e de trabalhar em algo que me deixa realizado de verdade, pois como você diz, “tudo é possível dentro da programação”.

Desculpe me prolongar demais, sou muito grato a você e a todos os outros profissionais desse universo que encontram um tempinho no dia-a-dia corrido para trazer orientações e descontração aos iniciantes, como eu. Parabéns!

Foto do Rodolfo estudando em casa


E você, o que achou do depoimento? Deixe nos comentários.

Ah e se quiser também divulgar sua história aqui no Terminal, entre em contato conosco.

Um grande abraço a todos e até a próxima.

Dan Atilio (Daniel Atilio)
Especialista em Engenharia de Software pela FIB. Entusiasta de soluções Open Source. E blogueiro nas horas vagas.

2 Responses

  1. Rodolfo Palugan disse:

    Quando te mandei essa mensagem eu só te conhecia por nome, basicamente, e até achei que você não responderia mesmo kk. Depois pude ver como você é gente boa pra caramba. É uma honra imensa receber de você um espaço aqui! Tenho certeza de que boa parte dos profissionais que trabalham com o Protheus já vieram parar aqui em algum momento de dúvida, ou tiraram algum proveito dos seus cursos. Espero que você continue tendo energias pra se dedicar a esse espaço incrível que você criou e que esse relato de alguma forma incentive quem também está iniciando na área. Aproveitando, muito obrigado por todas as outras vezes que você me socorreu depois que te mandei esse depoimento kkkk Tamo junto!

Deixe uma resposta