Entrevista – Súlivan Simões (Analista de Sistemas)

A entrevista de hoje, é com o Súlivan Simões, uma das lendas envolvendo o módulo SIGALOJA no Protheus.

O primeiro contato que tive com o Súlivan, foi em 2016 via Skype, sendo que na época estávamos conversando sobre Modelo 3 em MVC.

De lá para cá, nos tornamos amigos, inclusive ele é um dos administradores do fórum AdvPLers no Discord comigo.

Hoje o Súlivan é uma lenda do módulo SIGALOJA, sendo que eu tive um problema recente em um chamado, e o pessoal do TCloud não identificou, e ele que me ajudou a identificar.

Sem mais delongas, hoje vamos falar com o grande Súlivan Simões.


Daniel: Olá Súlivan, primeiramente obrigado, é uma honra conversar contigo. Você poderia se apresentar aos nossos leitores?

Súlivan: Opa, obrigado pelo convite, é uma honra estar aqui! E eu não sou lenda nenhuma não (risos)

Meu nome é Súlivan, sou analista de sistemas e desenvolvedor em um laticínio em Minas Gerais, sou formado em Sistemas de Informação e trabalho com o Protheus desde 2014. Bem, desde pequeno eu sempre morei na zona rural, quando tinha por volta de 9 a 13 anos morava em um local onde não pegava internet, mal pegava sinal de celular, por conta disso eu não tinha contato com computadores ou celulares. Até os 13 anos eu não sabia nem ligar o computador, na escola meus amigos eram todos “nerds” e ficavam o dia inteiro mexendo com isso, e ficavam quase tempo todo falando dessas coisas (eu ficava viajando) e tinha uma zoação comigo na época, pois eu nem sabia ligar o PC 🙁

Mas essa zoação, foi uma espécie de gatilho para eu querer aprender, e como consequência gostar da área. Na primeira oportunidade comecei a fazer cursos, e mesmo sem saber ligar o PC o primeiro curso já foi de lógica de programação, amei. Dali para a frente as coisas mudariam, além disso ninguém ia falar mais que eu não sabia mexer naquele trem (risos)
O fato de consertar e/ou criar algo e ver aquilo funcionando e ter o pensamento “eu que fiz” pra mim traz uma sensação muito gratificante, por isso amo essa área.

Daniel: Como foi se aventurar pelo mundo Protheus? Você já conhecia algum ERP?

Súlivan: Eu comecei trabalhar em um laticínio em 2014 o qual estou até hoje. Na época entrei para ser responsável do almoxarifado da empresa. Me lembro que a empresa tinha um ERP, mas que não o usava completamente, eu mesmo controlava todo o estoque da empresa na cabeça e no papel, baita trabalho. Em meados de 2014, a empresa decidiu que ia adquirir o Protheus, mas que haviam recebido uma “dica”, que para a empresa tirar um melhor proveito do ERP, o ideal era que tivessem alguém interno administrando. O diretor sabia que eu gostava da área e estava fazendo cursos e tudo mais, então ele me deu a grande oportunidade de ser chamado para administrar o ERP da empresa, eu nunca tive contato com outro ERP, estava no meu primeiro emprego o qual havia acabado de entrar, tinha apenas 16 anos de idade, nem a escola havia acabado ainda. Ninguém da empresa conhecia o Protheus, então todos nós tivemos treinamentos juntos pela consultoria, e fomos aprendendo. Sem dúvidas pra mim foi/é um grande desafio e uma enorme responsabilidade.

Súlivan curtindo uma moto

Daniel: E no caso da linguagem AdvPL, você já programava? Como foi o começo com a linguagem?

Súlivan: Antes de iniciar no mundo Protheus eu fazia alguns cursos na cidade, na época eram cursos de lógica de programação, C Sharp, Banco de dados e SQL. Eram poucos conhecimentos, mas me ajudaram bastante, principalmente a parte do SQL. No começo foi difícil, porque o pessoal na empresa pedia umas coisas que eu simplesmente não sabia fazer, não tinha muito conhecimento das rotinas e módulos e não sabia direito a Advpl ainda, ai eu tinha que estudar, pesquisar e perguntar para poder fazer o que o pessoal pedia. Tinha que me virar.

Daniel: Falando agora sobre o SIGALOJA, para mim é um módulo para poucos (risos), como foi estudar sobre esse módulo? E quais são as dicas que você pode dar aos nossos leitores?

Súlivan: Rapaz, SigaLoja pra mim no começo foi um trauma enorme, gastei boa parte do salário com omeprazol para controlar a gastrite (risos). Mas eu sei que não era culpa do módulo, era culpa da abençoada da impressora fiscal, o trem chato pra funcionar.

Bem, na empresa que eu trabalho abriu um Empório na rodovia Fernão Dias, em janeiro de 2016. E eu acompanhado de um consultor que implantou o sistema na empresa, fomos implantar o SigaLoja usando PAF-ECF. O sistema do SigaLoja é relativamente simples, mas tem que ser implantado certinho e documentado absolutamente tudo, pois são muitos cadastros, parâmetros, configurações em arquivos *.ini (o mesmo vale para o Totvs PDV).

Só que precisamos fazer ela funcionar com a impressora fiscal, não sei se sabe, mas a impressora fiscal tem um software interno dentro dela que implementa controle fiscal tributário. Enfim, implantamos o SigaLoja funcionou, abriu a loja. Rapaz, fazia 5 vendas a impressora largava mão de funcionar dava o que fazer pra voltar a funcionar.

Tinha dia que funcionava bem, outros a impressora não queria trabalhar. Mas pessoal achava que era culpa do Protheus, porque ele que não fazia as vendas, mas eles não entendiam que pra fazer a venda a impressora fiscal precisava funcionar (risos). Cara foi difícil, mas conseguimos dar uma estabilizada na loja. Até chegar no ponto de estável eu já tinha lido muita documentação conhecia bastante parâmetros, drivers cadastros e a forma que o SigaLoja trabalhava.

Cheguei a ver campo a campo das tabelas do Sigaloja e entender pra que eles serviam. Em Janeiro de 2020 o PAF-ECF precisava ser retirado da loja, pois a NFC-e teria que substituir, com isso vi que precisaria migrar para o Totvs PDV pra poder trabalhar com TSS Off-line, lembro que pensei “misericórdia mudar tudo agora que o SigaLoja tá fluindo”,  mandei ver, comecei sozinho mesmo migrar do SigaLoja para o Totvs PDV, tirei a impressora fiscal e comecei a usar a impressora não fiscal e fiz toda a implantação, graças a Deus o Totvs PDV é bem melhor que o Venda Assistida em vários aspectos e ele é bem estável muito pelo fato de não usarmos impressora fiscal, mas sim impressora não fiscal e transmitindo NFC-e.

A dica que eu posso dar para quem vai mexer com o módulo é:

1 – Levante os requisitos do que a empresa precisa, veja se vai usar PAF, NFC-e ou SAT, veja como funciona cada um deles. Veja se a empresa vai usar TEF, Balança, Catraca ou qualquer coisa assim, e estude como é o funcionamento.

2 – Documente absolutamente tudo. Guarde em alguma planilha todos os parâmetros que foram alterados, guarde os valores antigos e os novos que foram colocados, informe o porquê foram alterados. Documente tudo, os módulos possuem muitos cadastros, parâmetros, etc. Qualquer coisa que mexer pode ter um impacto grande.

3 – Se possível, fuja de impressora fiscal. É uma cilada, Bino

Página do site sulivansimoes.com

Daniel: E quanto a outros projetos, quais você desenvolveu ou está desenvolvendo?

Súlivan: Então, hoje além de trabalhar como CLT eu presto alguns serviços de freelancer.

Além disso comercializo o código fonte de funcionalidades que realizam o download de XML de NF-e & CT-e diretamente da Sefaz ( www.sulivansistemas.com ), e tenho alguns outros projetos em andamento referente ao sulivansistemas.

Daniel: Súlivan, muito obrigado mais uma vez, quer deixar alguma mensagem aos nossos leitores?

Súlivan: Eu que agradeço Atilio, forte abraço!

A mensagem que eu deixo pra turma é, estudem a regra de negócio do sistema como funcionam os módulos, rotinas e etc. A linguagem Advpl é um segundo passo, porque não adianta saber Advpl e não entender como funciona as rotinas do Protheus.
Para me encontrar no LinkedIn basta procurar por “Súlivan Simões”. Também podem me encontrar no grupo do Discord ( https://discord.gg/q3n25s2 ).


E você leitor, o que achou da entrevista? Deixe nos comentários.

Bom pessoal, por hoje é só.

Abraços e até a próxima.

Dan Atilio (Daniel Atilio)
Especialista em Engenharia de Software pela FIB. Entusiasta de soluções Open Source. E blogueiro nas horas vagas.

1 Response

  1. Rodolfo Palugan disse:

    HAHA Que grata surpresa encontrar uma entrevista do Súlivan aqui. Tenho uma gratidão enorme por toda ajuda que já recebi dele, o rapaz manja de bucha mesmo, e, lendo o início da jornada dele, dá pra entender porque é um cara tão humilde e prestativo com quem tá aprendendo. Desejo todo sucesso a ele e a toda a galera do AdvPLers!

Deixe uma resposta