Como fazer uma migração de versão do Protheus (versão resumida)

No artigo de hoje, vamos mostrar de forma resumida como fazer uma migração de versão do Protheus.

Se você precisa fazer uma migração, seja da 12.1.27 para a 12.1.33, ou da 12.1.33 para a 12.1.2210 existem alguns passos para seguirmos.

Pensando nisso, o grande Fernando Simões da Maia ( LinkedIn ) montou um tutorial resumido excelente e mandou no nosso grupo do WhatsApp, pedi a permissão dele e estou divulgando abaixo o passo a passo.

Premissas:

  1. Parar o sistema no cliente
  2. Verificar senha do Administrador se não expirou
  3. Efetuar backup full base de dados e aplicação
  4. Parar os Jobs de Backups se houver no cliente
  5. Atualizar DBAccess
  6. Atualizar License Server
  7. Atualizar Binários (Appserver e Smartclient)
  8. Migrar/Atualizar TSS para a última release/pacote
  9. Atualizar Includes
  10. Executar Refaz Saldos e Refaz Acumulados (verificar se o cliente deseja fazer)
  11. Desabilitar auditorias via configurador (verificar se ainda é necessário)

Processo de Migração:

  1. Copiar RPO padrão da release para o apo do ambiente a ser atualizado
  2. Limpar pasta System e SystemLoad, conforme abaixo:

2.1. Exclua os arquivos *.DBF e *.DTC da pasta SYSTEMLOAD;

2.2. Exclua os arquivos *.IDX da pasta SYSTEMLOAD;

2.3. Exclua os arquivos *.LOG da pasta SYSTEM;

2.4. Exclua os arquivos TOTVSP*.* da pasta SYSTEM;

2.5. Exclua os arquivos *.TSK e .LOG da pasta APPSERVER_X32;

  1. Copiar os dicionários de dados para pasta SystemLoad, conforme abaixo:

3.1. Primeiro copiar os arquivos do Dicionário Diferencial (sdfbra.txt, sx2.unq)

3.2. Depois copiar os arquivos do Dicionário Completo (sxsbra.txt, sx2.unq)

3.3. Quando for copiar será solicitado para substituir o arquivo existente sx2.unq da pasta, deve ser substituído

  1. Copiar os arquivos de Help Campos/Perguntas para a pasta SystemLoad, arquivos Completos (hlpeng.txt, hlppor.txt, hlpspa.txt) e Diferencial (hlpdfeng.txt, hlpdfpor.txt, hlpdfspa.txt)
  2. Fazer um backup da pasta SystemLoad já com os arquivos da migração copiados
  3. Copiar os menus padrões para a pasta System.
  4. Copiar os menus complementares para a pasta System
  5. Copiar os arquivos de configurações para a pasta System
  6. Aplicar a LIB mais atualizada
  7. Fazer um backup do RPO já com a LIB Aplicada
  8. Apagar o arquivo temporário mpupddistri.tsk do appserver utilizado para migração
  9. Apagar arquivos temporários da pasta System(*.cdx; *.ind; *.log; *.bmi; *.tmp; *.idx) e a pasta ctreeint
  10. Executar o UPDDISTR no ambiente que esta sendo migrado
  11. Se gerar algum erro de execução, tratar os erros e voltar para a etapa 5, restaurando a SystemLoad
  12. Se a migração processou corretamente, acessar o sistema pela primeira vez e validar se esta na nova release
  13. Efetuar um backup full (rpo, system, base) neste ponto
  14. Processar demais pacotes e dicionários de dados após a migração
  15. Efetuar novamente backup full (rpo, system, base)
  16. Aplicar LIB mais atualizada se existir
  17. Efetuar backup RPO após aplicação da LIB mais atualizada se necessário
  18. Aplicar todos os pacotes acumulados
  19. Aplicar pacotes de correções
  20. Aplicar as Store Procedures utilizando o novo Gerenciador de Procedures
  21. Voltar a configuração das auditorias via configurador (verificar se ainda é necessário)
  22. Efetuar a compatibilização do NFESEFAZ mais atualizado x customizações cliente
  23. Efetuar a compatibilização dos menus padrões x menus customizados do cliente
  24. Efetuar novo backup do RPO
  25. Compilar Projetos Customizados do Cliente
  26. Efetuar novo backup do RPO
  27. Habilitar o WebApp (se necessário)
  28. Iniciar as validações no sistema após a migração concluída
  29. Verificar as numerações automáticas
  30. Verificar o arquivo do DBACCES mais atualizado (dbapi.dll) se esta compatível nos appServers
  31. Validar as conexões com os TSS do cliente (NFe, e-Social)
  32. Efetuar novamente backup full (rpo, system, base)
  33. Efetuar simulações básicas em todos os módulos do sistema
  34. Liberar o ambiente migrado (teste) para validações dos usuários

Bom pessoal, por hoje é só.

Abraços e até a próxima.

Dan Atilio (Daniel Atilio)
Especialista em Engenharia de Software pela FIB. Entusiasta de soluções Open Source. E blogueiro nas horas vagas.

Deixe uma resposta