O que foi o Capcom Five?

O que foi o Capcom Five?

Salve salve pessoal…

Você sabe o que foi o Capcom Five? E qual era seu objetivo?

Vamos voltar lá atrás no lançamento do Nintendo 64, a Big N em contramão de suas rivais decidiu apostar em cartuchos, o que causou uma “revolta” nas desenvolvedoras de games, e muitas migraram seus projetos para Playstation e Sega Saturn (além dos relatos da relação da Nintendo com suporte third-party e o alto preço para publicar jogos em cartucho). Empresas como Namco e Square ficaram exclusivamente desenvolvendo projetos com a Sony, e outras com a SEGA e Sony, uma delas era a Capcom.

Capcom Logo
Capcom Logo

Com o tempo a Nintendo, começou a procurar os estúdios para voltarem a fazer jogos para suas plataformas, sendo que a Capcom lançou apenas 3 jogos, Magical Tetris Challenge, Resident Evil 2 e Mega Man 64 (é até estranho, que Megaman & Forte foi lançado em 1998 para Super Nintendo, 2 após o Nintendo 64 já estar no mercado).

Sendo que os dois últimos eram ports de jogos para o Playstation, e o Resident Evil 2 foi um “milagre” na época por terem comprimido dois CDs em um único cartucho, o port foi feito pela Angel Studios (atualmente é a Rockstar San Diego).

Resident Evil 2 para Nintendo 64
Resident Evil 2 para Nintendo 64

Mas a verdade mesmo que saiu, foi que em 1997, a Capcom realmente estava interessada no Nintendo 64, mas os ports eram mais complexos (principalmente dos arcades), a princípio ela tinha interesse em lançar uma versão de Darkstalkers e o Street Fighter 3 (que depois saiu para Dreamcast). No caso desse último, a placa CPS3 tinha muita memória RAM, e junto com os gráficos 2D, ficou muito oneroso em portar para o Nintendo 64, então os projetos foram cancelados, e focaram nos outros que estavam em andamento.

Street Fighter 3
Street Fighter 3

O lançamento do Resident Evil 2, apesar de já existir versão para o Playstation, e ele chegar um pouco atrasado, fez um enorme sucesso, tanto de crítica quanto de vendas, assim a Capcom vendo o resultado, parte para um novo Resident Evil, exclusivo para o Nintendo 64, o Resident Evil 0, dessa vez desenvolvido pela Capcom, e não pela Angel Studios.

Acontece que com o passar do tempo, o Resident Evil 0 foi se tornando um projeto ambicioso e maior, e com o fim da vida útil do Nintendo 64, foi transferido para o GameCube. Após o lançamento, o jogo teve um retorno que chamou a atenção da Capcom, que logo começou a estudar outras parceiras com a Big N.

Protótipo do Resident Evil 0 para Nintendo 64
Protótipo do Resident Evil 0 para Nintendo 64

Em dezembro 2002, a Capcom anuncia o “Capcom Five”, que seriam 5 jogos exclusivos para o GameCube. Logo a mídia fica espantada, pois o relacionamento com thirdies não era muito o forte da Nintendo, e mesmo assim, a Capcom, foi e anunciou essa parceria. Os 5 jogos eram:
– Dead Phoenix
– Killer7
– PN03
– Resident Evil 4
– Viewtiful Joe

Dos 5 jogos, todo mundo ficou surpreso com o Resident Evil 4, que era a continuação de uma grande saga, sem contar que outros jogos seriam dirigidos por grandes artistas como Shinji Mikami e Hideki Kamiya (Devil May Cry).

Viewtiful Joe
Viewtiful Joe

Porém, um mês depois do anúncio, a Capcom disse que somente o Resident seria exclusivo, os outros poderiam aparecer em outras plataformas. Mas todos sabemos que após um tempo, o Resident apareceu no Playstation 2 e depois para outras plataformas.

Resident Evil 4
Resident Evil 4

Dos 5 jogos então, o PN03 não foi portado para nenhuma outra plataforma, e foi lançado primeiramente no Japão (e depois no resto do mundo), era um jogo de ação com tiros, lembra um pouco Lost Planet e Recore. O jogo não foi bem avaliado por ser curto e repetitivo, acabou não vendendo muito (depois procurem no YouTube, era estranho ver, a protagonista, rebolava enquanto atirava o.O).

O Viewtiful Joe fez considerável sucesso pelo estilo único, era um jogo de plataforma com elementos de ação, ganhando uma continuação e até um Anime (aqui no Brasil, passava na Rede TV), o jogo acabou ganhando ports para o Playstation. Com o fechamento da Clover Studio e a saída de Kamiya (um dos fundadores da Platinum Games), o jogo não teve mais sequências.

O Dead Phoenix, era similar ao Panzer Dragoon, sendo que você controlava um personagem que voava pelo cenário (lembra o Kid Icarus), mas a Capcom cancelou o projeto.

O Killer7 foi um jogo peculiar que dividiu a crítica, sendo que ele não tinha um estilo único (tinha elementos de aventura, ação, FPS). O jogo foi lançado simultaneamente para GameCube e para Playstation 2 (não foi nem exclusivo por um tempo da Nintendo).

Por último, o Resident Evil 4, foi um sucesso comercial, porém dividiu muitos fãs, pois trouxe muitos elementos de ação, tirando aquele ar mais sombrio dos antigos, o jogo apesar de exclusivo, foi apenas uma exclusividade temporária conforme mencionado anteriormente.

Killer7
Killer7

Então jovens, o Capcom Five foi uma parceria entre Capcom e Nintendo, que acabou não sendo aquilo que foi anunciado ou interpretado, mas que deixou jogos bons, que infelizmente ficaram no tempo (volta Viewtiful Joe rs).

Referências:
ign.com
kotaku.com

Bom pessoal, por hoje é só.
Abraços e até a próxima.

About Dan_Atilio

Analista e desenvolvedor de sistemas. Técnico em Informática pelo CTI da Unesp. Graduado em Banco de Dados pela Fatec Bauru. Entusiasta de soluções Open Source e blogueiro nas horas vagas. Autor do projeto Terminal de Informação, onde são postados tutoriais e notícias envolvendo o mundo da tecnologia.

4 comentários em “O que foi o Capcom Five?

    1. Boa noite Brother, tudo bem?
      Viewtiful Joe era um ótimo jogo, ai ai Capcom e sua mania de matar franquias rs…
      Do PN03 realmente não sabia, irei corrigir a publicação.
      Um grande abraço.

  1. Muito boa a matéria Dani, sempre com excelência!
    Resident Evil 2 no n64 foi realmente algo de se admirar, mais eu queria mesmo é ter visto essa versão do RE0 completa.
    Continue assim, abraços!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: