Comparação de Sistemas (OpenSUSE X Windows X Ubuntu)

Olá Pessoal…

Atualmente consegui fazer um TrialBoot em casa (ou seja, 3 sistemas operacionais em um computador), então decidi detalhar uma comparação entre os 3 sistemas, ou seja, Ubuntu Vs OpenSUSE Vs Windows 8.


Os testes foram efetuados em um gabinete Inpiron 530 (meio antigo já) com processador Intel Pentium Dual de 2.20 GHz, e 4 GBs de Memória RAM, e não contém placa de Vídeo.

#> Conhecendo os Sistemas: Abaixo uma pequena descrição de cada sistema.
$> OpenSUSE 12.2: O OpenSUSE é uma distro Linux, mantida atualmente pela Novell. Atualmente é uma das distros mais usadas e conhecidas, se quiser saber mais leia Mundo SUSE.
$> Ubuntu 12.10: Ubuntu é outra distro Linux, mantida pela Canonical, ganhou renome e destaque por focar sempre no uso doméstico, se quiser saber mais leia Mundo Ubuntu.
$> Windows 8 Pro: Windows é o sistema operacional da Microsoft e está na versão 8, apresentando um novo conceito de sistema e de uso, com integração a redes sociais e outros produtos (como Xbox 360 e Windows Phone).

OpenSUSE Vs Ubuntu Vs Windows

OpenSUSE Vs Ubuntu Vs Windows

#> Tempo de Inicialização: Este quesito começa exatamente no final do GRUP (após pressionar ENTER), e contei o tempo até chegar na tela de Login.
$> OpenSUSE 12.2: O sistema da Novell foi o pior dos 3 nesse quesito, por ele ser mais robusto, ele carrega mais dados na inicialização, o que faz com que ele se comprometa em velocidade de início.
$> Ubuntu 12.10: O início do sistema foi bem rápido, quase 30 segundos.
$> Windows 8 Pro: Apesar dos investimentos em velocidade, a inicialização do Windows 8 ficou muito próxima do resultado do Ubuntu, ou seja, praticamente empate entre ambos sistemas.

#> Tempo de Login para Uso: Tempo estimado, a partir do momento que o usuário efetua o Login (pressiona Enter após colocar senha), até a inicialização do sistema.
$> OpenSUSE 12.2: Usando o KDE, o OpenSUSE foi o mais lento dos 3 para fazer o Login.
$> Ubuntu 12.10: Mesmo o Ubuntu sendo muito rápido ainda ficou 8 segundos atrás do sistema da Microsoft.
$> Windows 8 Pro: Vitória para o Windows, realmente o Login é muito rápido no sistema.

#> Consumo Médio de RAM: Através de gerenciadores de aplicativos, foi registrado o consumo médio de memória RAM usada no sistema.
$> OpenSUSE 12.2: Consumo médio de RAM no Camaleão foi de 500 MB, razoável até, já que o ambiente utilizado foi o KDE, porém, não rodaria em computadores mais obsoletos.
$> Ubuntu 12.10: Dentre os 3, o que mais se destacou nesse quesito, consumindo apenas cerca de 260 MB.
$> Windows 8 Pro: Provavelmente todos os recursos do Windows 8 são carregados na Memória RAM, fazendo com que, ele derrape nesse quesito, ocupando cerca de 1 GB, mais que o consumo do OpenSUSE + Ubuntu.

#> Consumo Médio de CPU: Como no quesito anterior, a checagem de carga do Processador.
$> OpenSUSE 12.2: Consumo médio de 6%, com poucos picos de 14 %, 15 %, algo normal para um sistema operacional.
$> Ubuntu 12.10: Consumo médio de 5%, assim como no OpenSUSE, tem picos que alcançam 20%.
$> Windows 8 Pro: Consumo médio de 2%, atingindo picos de 70%, mesmo sem usar nada no sistema.

#> Consumo Médio de Memória (HD): Assim como a RAM e a CPU, levei em conta o consumo médio de Memória em Disco (HD), utilizando apenas o aplicativo Firefox (recursos de Rede).
$> OpenSUSE 12.2: O OpenSUSE consome 43%, provavelmente ele registra todos dados temporários na memória.
$> Ubuntu 12.10: Utiliza apenas 14%.
$> Windows 8 Pro: Apesar de utilizar 7%, notei que ao abrir sites, a rede, fazia com que a memória tivesse picos e se mantivesse até os 70%.

#> Tempo de Desligamento: Tempo de desligamento padrão do sistema, porém com o Windows 8, tive um pequeno problema.
$> OpenSUSE 12.2: O mais demorado dos 3, levou aproximadamente o dobro do tempo de desligamento do Ubuntu.
$> Ubuntu 12.10: Cerca de apenas 1 segundo mais rápido que o Windows, praticamente empate.
$> Windows 8 Pro: Levou quase o mesmo tempo que o Ubuntu, porém o que andei percebendo do Windows 8, é que em determinados computadores, ele apresenta um detalhe diferente, no meu caso, o meu Windows não desliga, mesmo se eu desligar pelo menu ou pelas configurações, então para realmente desligar o sistema, eu tenho que abrir o Prompt de Comando e executar o shutdown -s.

#> Personalização: Quesito importante para quem gosta de deixar o sistema com um jeito único.
$> OpenSUSE 12.2: Totalmente personalizável (menos se for usar o GNOME como ambiente gráfico) vencendo os dois outros sistemas.
$> Ubuntu 12.10: Boa parte personalizável, porém a personalização padrão é permitida pelo sistema ou por outros softwares, ou até mesmo editar alguns parâmetros básicos do sistema.
$> Windows 8 Pro: Parecido com o Ubuntu, é personalizável até certo ponto, depois disso, somente com outros softwares, ou editando parâmetros no sistema.

#> Amigável: Quesito sobre o uso doméstico do sistema.
$> OpenSUSE 12.2: Tanto como os outros sistemas, ele é bem intuitivo e o usuário acaba se adaptando e se acostumando rápido.
$> Ubuntu 12.10: Assim como OpenSUSE, o sistema também é bem intuitivo e com fácil adaptação.
$> Windows 8 Pro: Como o Ubuntu e OpenSUSE, a adaptação é rápida, intuitiva e de fácil uso.

#> Nível de conhecimento Técnico: Quesito que explica se é preciso conhecimento técnico.
$> OpenSUSE 12.2: Se deseja editar o sistema mais a fundo, vai precisar de um conhecimento técnico maior, ou pesquisar soluções na internet.
$> Ubuntu 12.10: Não necessita conhecimento técnico, até precisar fazer algo específico para a distro Linux.
$> Windows 8 Pro: Não necessita conhecimento técnico, há não ser que ache algum erro sem explicação e tente resolvê-lo.

Abaixo uma tabela com os resultados de cada Sistema, sendo que os pontos verdes equivalem a 5 Pontos, os amarelos 3 Pontos e o vermelho 1 Ponto.

Quadro de Comparação

Quadro de Comparação

#> Resultados: Abaixo o somatório dos pontos
$> OpenSUSE 12.2: Total de 29 Pontos (Terceiro Lugar).
$> Ubuntu 12.10: Total de 41 Pontos (Primeiro Lugar).
$> Windows 8 Pro: Total de 37 Pontos (Segundo Lugar)

#> Opinião:
Apesar do resultado, ainda prefiro o OpenSUSE, pois é um sistema que já estou adaptado e conheço melhor, além do que, ele é mais robusto que os adversários, porém, se quiser um sistema rápido, vá de Windows 8 ou Ubuntu, sendo que ambos são muito parecidos (na visão de usuário doméstico), o que realmente importa, é usar um sistema, e se aperfeiçoar nele.

#> Observações Gerais:
Pessoal, apesar do OpenSUSE na analisa apresentar uma lentidão, isso deve ao fato do Ambiente usado o KDE, como fiz uma instalação padrão via Live-CD, instalei automaticamente o KDE, porém é possível instalar outros ambientes como o XFCE, LXDE, GNOME, etc.
Quanto ao Ubuntu, há outras variações e formas de editar e ambientes X para uso, no caso o Lubuntu, Xubuntu, Kubuntu, etc, sem contar que o Unity padrão é um pouco limitado (em customizações), mas é possível instalar o GNOME 3 e o GNOME Fallback (assuntos para uma próxima postagem).
Para quem acompanha o Blog, sabe que eu posto várias informações e referências aqui, para quem tem algumas dúvidas, seria interessante a leitura de:
Análise dos Ambientes Gráficos – Principais diferenças e descrições dos principais Ambientes Gráficos (Ambientes X, KDE, GNOME, XFCE, LXDE).
Mundo Ubuntu – Tudo Sobre o Ubuntu, inclusive a distinção dos modos gráficos.
Guia de pós-instalação Ubuntu – Nessa postagem, é mostrado alguns softwares bons para pós instalação do Ubuntu, dentre eles, alguns que personalizam e otimizam o Sistema (como o Cairo-Dock).
Guia de pós-instalação OpenSUSE 12.2 – Guia de repositórios e aplicativos úteis após a instalação do OpenSUSE.
Docks (barra de aplicativos) – Como instalar barras com atalhos personalizados tanto no Windows, como no Ubuntu e no OpenSUSE.

Bom pessoal, por hoje é só.
Abraços e até a próxima.

About Dan_Atilio

Analista e desenvolvedor de sistemas na TOTVS Oeste Paulista Bauru. Técnico em Informática pelo CTI da Unesp. Graduado em Banco de Dados pela Fatec Bauru. Entusiasta de soluções Open Source e blogueiro nas horas vagas. Autor do projeto Terminal de Informação, onde são postados tutoriais e notícias envolvendo o mundo da tecnologia.

40 respostas em “Comparação de Sistemas (OpenSUSE X Windows X Ubuntu)

  1. Realmente, o uso do Windows 8 é muito intuitivo. No primeiro momento é meio “assustador”, mas nada que duas ou três horas para já se familiarizar com suas funcionalidades. O deixa a desejar é que ainda exista poucos App Metro, nova interface do Windows 8. Mas mesmo assim, meu favorito.

  2. Daniel e o LinuxMint KDE parece ser um pouco mais rapido que o OpenSUSE, estava testando o OpenSUSE e percebi que parece ter mais programas disponiveis pra ele no gerenciador de aplicativos e tambem parece que alguns programas sao mais atualizados que na familia Ubuntu, isso procede? 😀 e tem como eu aumentar o numero de programas do meu gerenciador de aplicativos do Linux Mint KDE?

    • Boa noite Osvaldo, então, quanto ao Mint, por ele derivar do Ubuntu, ele é mais rápido sim que o OpenSUSE, mas como disse, o OpenSUSE tem repositórios mais atualizados e com mais programas, diariamente sai várias atualizações, quanto a aumentar o número de aplicativos, é possível sim, só adicionar repositórios no gerenciador do Linux Mint. Qualquer dúvida, pode entrar em contato.
      Abraços.

      • perguntinha, e como eu faço isso? rsrs é serio sou noob no linux, comecei a usar este ano… no gerenciador de aplicativos tem um tal de fontes de aplicativos? seria isso? pq ja marquei tudo la e nada, depois desmarquei pra ficar como era antes… pra nao dar problema (pelo menos eu acho que nao vai dar hehe) tem tbem um trem la de baixar de servidor principal, ta o brasil

        • Opa… então Osvaldo, não utilizei tanto o Mint (só testei 1 vez para ser sincero), porém pesquisando a fundo (vi em alguns posts do Viva O Linux), parece que os repositórios padrão (fontes de aplicativos) do Mint já são suficientes, mas comparando com o Ubuntu / OpenSUSE / Fedora, os repositórios do Mint parece que são mais lentos (talvez pelo servidor principal apontar para o Brasil). Enfim, é uma questão de testes, mas como o Mint é derivado do Ubuntu (que é derivado do Debian), quando você quiser instalar um aplicativo, basta procurar se ele tem o pacote executável .deb, ai é só dar dois cliques que ele instala automaticamente, ou ir pelo terminal e digitar #> dpkg -i nome_do_app.deb.
          Boa sorte no mundo Linux XD… Abraços.

  3. Não querendo criticar, mas criticando sua comparação foi muito fraca. Primeira coisa, é oblívio que o KDE será mais lento, se utilizar o Gnome no opensuse, garanto que será mais rápido. O que o KDE tem é mais frescuras, por isso é pesado. Segunda coisa, Ubuntu 8 segundos mais lento? Descordo completamente, gostaria de ver os seus critérios nessa comparação. Terceira coisa, aonde que você tirou que no Ubuntu a personalização é padrão? Desculpe seu conhecimento sobre Linux é limitado. De uma olhada nesse print http://imgur.com/uYeVM7Z e veja se a personalização é igual ao Windows. E ultima coisa, o que você define por sistema mais robusto? Nesse aspecto o Ubuntu não deve nada ao opensuse, que por sinal é também uma excelente distribuição.

    • Obrigado pela crítica construtiva, porém…
      1- Usei o KDE por default, prefiro o XFCE, e ele (KDE) mesmo sem efeitos, é mais lento que outros Ambientes.
      2- O uso dos 3 SO foram no meu PC, e sim o Ubuntu foi 8 segundos mais lento. (meu pc é fraco, rs)
      3- Um sistema que bloqueia o acesso de Root, temas, mudança automática de fundo de tela, dentre outros recursos simples que preciso de um programa de terceiros… não é tão personalizável (descrevi o Windows e o Ubuntu), rs… No caso se comparar o Ubuntu antes do Unity, vai entender o que digo (teste o Ubuntu 10.04)…
      4- Ser robusto é ao mesmo tempo, simples para qualquer usuário, e poderoso até mesmo para quem gerencia e trabalha com Banco de Dados, sem ter que sofrer com atualizações cruciais e bugs estranhos.
      Abraços e bom fim de semana.

      • Cara que programa de terceiros? Viu o meu print? Observou a versão que estou a utilizar do Ubuntu? Oblívio também que o Gnome 2 até o 10.10 é mais personalizável. Mas o grau de personalização não tem nem comparação. Existe ainda varias opções, se for falar do Unity, concordo que ele seja “engessado” nesse sentido,mas não existe somente o Unity, temos o gnome fallback, cairo session, o instalar o Xfce. Não tem nem comparação. E sobre ser robusto defina melhor seu critério. Por que não pegou então uma versão LTS como 12.04 que é mais estável? Por que usou uma versão intermediaria como o 12.10? Seja mais claro, faltou mais critérios no que diz ser robusto. E cara sobre testar, não preciso. Uso o Ubuntu desde o 6.06 LTS, já usei Debian, Fedora, Opensuse, Mandriva e um pouco do Slackware. Tenho conhecimento suficiente para afirmar. Abraços

  4. E ultima coisa o KDE é uma D.E pesada com ou sem efeitos, mas se tu cortar e otimizar mais também fica leve. Se tivesse uasado o Gnome o resultado será bem diferente. Cara desculpe, meu notebook é um dell inspiron 1428 4 GB de ram Pentium-dual core X64, nem de longe é 8 segundos mais lento que o Windows 8. Posta um vídeo, por que sem chances. Aqui é bem rápido para carregar.

    • Grande Alexandre, tudo joia?
      Cara não perca a razão e nem se extresse, vai por mim, não vale a pena…
      Enfim, como eu disse do KDE para o SUSE, usei o Unity para o Ubuntu, pois é o ambiente padrão, e utilizei a versão 12.10 pois é a mais atual.
      Quis mostrar aos usuários finais a primeira impressão do sistema, e não seu uso diário, pois se fosse assim, eu seria suspeito de falar, pois utilizo mais o SUSE.
      Quanto a minha configuração, meu pc é tem um Pentium e 4 GB de RAM (no qual efetuei os testes nos 3 sistemas), quanto ao meu note, é um i5 + 4 GB de RAM.
      Se o sistema da M$ ficou rápido, a culpa não é minha, eu tenho que mostrar a informação real, não me agrada que ele ganhe, mas ganhou.
      Quanto a robustez, você mesmo que utilizou Debian e Slackware entende a diferença para o Ubuntu, ou pelo menos deveria, você sabe que o Ubuntu o foco é totalmente usabilidade, porém, as vezes ocorre bugs estranhos (ainda mais depois da integração com o Unity). Portanto, concordo que em Usabilidade o Ubuntu é bem melhor que o SUSE, porém na questão de personalização, Liberdade, configuração (ah YaST)… quando conseguir encontrar algo no Ubuntu, semelhante ao YaST, ai sim pode querer debater na questão ‘Robusto’.
      Quanto ao seu print, eu vi sim, bacana cara, parabéns, o último que salvei, está no VOL (http://www.vivaolinux.com.br/screenshots/viewshot.php?codigo=24297&shot=kde_principal.jpg). Isso deve fazer uns 3 meses…
      Espero que se acalme e não perca o controle, rsrs… Cara apesar das diferenças, a comunidade tem que ser unida, e não ficar dessa forma… ainda mais que o nosso objetivo não é discutir se o SUSE ou Ubuntu são melhores que o Windows, mas sim trazer os usuários e fazê-los conhecer a liberdade.
      Entenda o motivo da postagem antes de sair criticando.
      Abraços e boa semana.

  5. Olá, cara você não entendeu nada do que eu disse, em momento nenhum quis ficar comparando Ubuntu com Opensuse, nem falei que o Windows é pior nada disso. Repito faltou critérios em sua comparação e foi muito fraca. E desculpe se não gosta de criticas sugiro que exclua seu blog.

    • Grande Alexandre, tudo joia?
      Eu, em momento algum quis dizer que você quis comparar, nem que um sistema é pior que o outro, porém, pela sua exaltação nos comentários, parece que gerou uma certa angústia ao ver minha postagem, a comparação foi simples, inicialização, consumo de RAM e CPU, rodando apenas o Firefox, no caso o Ubuntu ganhou, e é um ótimo sistema (em casa é a minha opção favorita), e eu citei sim que o SUSE é mais parrudo, e não mudo minha opinião, e também não irei excluir meu blog, e não é uma questão de que não aceito críticas (afinal, eu poderia simplesmente excluir seu comentário e fingir que nada houve, porém isso iria contra os meus princípios e além de ser anti-ético, só uma pessoa que não aceita críticas, faria isso), em momento algum eu fui rude com você e aceitei na boa o que você me falou, apenas descordei dos seus pontos.
      Pareceu a meu ver, que você queria defender o Ubuntu acima de tudo, se o meu post ficou fraco, peço desculpas e sugiro sugestões, do tipo ‘Daniel, não seria legal falar que o gerenciador Aptitude é melhor que a Loja do Windows, ou que o YaST vai além de configurações aplicativos?”‘… e não vir criticando e falando que alguém não tem conhecimento, você não sabe a minha escolaridade e não sabe o que passei para estar aqui… portanto não vai ser por você que irei excluir esse blog! (não sei se percebeu, mas várias pessoas estão comentando positivamente esse blog).
      Se não te agrada, tudo bem, porém, também não me agrada que no mundo existam pessoas com a mente fechada e não entendem que há vantagens e desvantagens em SOs, e que não existe um SO perfeito. E de modo algum, quis mostrar que um é fraco ou não, apenas apresentei os 3, para quem não conhece… se não condiz com o que você acha justo, prepara um post melhor, faça um trial boot, teste, e poste o resultado, pode ser aqui no meu blog mesmo, pode preparar a postagem toda, que eu só publico. Enfim, cara, não seja infantil a ponto de sugerir coisas do tipo ‘ah não gostei do seu post, então exclua seu blog’, estamos no século XXI, e o que importa é o compartilhamento das informações, é mostrar ao usuário que ele é livre para escolher, eu só mostrei a base… em momento algum quis me aprofundar…
      Enfim, se faltaram critérios, me diga, quais são? São úteis para usuários finais? O que vale ressaltar?… Dependendo do que for, eu adiciono no Post, sobre esses critérios que você falou…
      Abraços e uma boa terça-feira.

      • Ok então realmente fui pouco rude, vou falar então o que faltou, primeiro igual eu disse deveria ter mencionado sobre os ambientes disponivéis Gnome que vem no DVD do Opensuse. Na parte de personalização você não errou em afirmar que o Unity é “engessado” em sua personalização, mas que havia outras opções como gnome-classic(fallback) e variações como Xubuntu, Lubuntu e o Kubuntu. Ai no seu post poderia ter dado um opção aos usuários ensinando como instalar e personalizar mais o Ubuntu nesses aspectos. Peços desculpas se fui pouco mais redical. Mas isso ai. Abraços

        • Boa noite Alexandre, tudo joia?
          Magina cara, tudo bem. Post atualizado, olhe no tópico ‘Observações Gerais’, a maioria dos assuntos que você solicitou, já havia postado aqui no blog.
          Quanto a instalação do GNOME 3 e/ou FallBack no próprio Ubuntu, irei preparar um post Separado, apenas com esse tópico, assim como já estava preparando um para o OpenSUSE (instalação do XFCE, LXDE e GNOME).
          Agradeço as críticas. Abraços e tenha um bom resto de semana.

  6. Parabéns pela postagem, achei esclarecedora como de praxe dentre tantas do universo dos sistemas.No que concerne as peculiaridades, há de considerar-se, num certo nível, oscilações de adequação de sistema e máquina, dada as suas diferenças, logo, não existiria majoritariamente um resultado que satisfaça todos. No geral foi bem interessante.

    Reitero minhas considerações iniciais. Parabéns

    • Muito Obrigado Sr. Éder.
      Concordo plenamente contigo, gosto muito de sistemas operacionais e o modo de escalonamento de processos e de memória, e não há uma forma de agradar a todos né, mas faz parte…
      Abraços meu caro, e muito obrigado pelas palavras.

    • Grande Renan, tudo joia?
      Foi o que houve no teste, simplesmente iniciou mais rápido. Quanto o OS X, ainda fico com meu Linux, acho mais barato, e consigo fazer o que quiser com ele XD.
      Abraços e bom fim de semana.

  7. O openSUSE 12.3 é bem mais rápido que a versão anterior, ouvi dizer que está relacionado a “Finalização da integração do systemd”. realmente o tempo boot da versão anterior era chato.

    • Grande Will1an, tudo joia?
      Realmente, as versões 12.1 e 12.2 eram muito ‘pesadas’ em relação a tempo de boot, quando iniciei a versão 12.3 a primeira vez, já senti a diferença, e lembrei da versão 11 inclusive, rs… Muito rápido, tanto no PC de casa (que é bem fraquinho), quanto em meu Notebook.
      Obrigado pelo interesse ao blog.
      Abraços e boa semana.

  8. Não quero causar polêmica, mas considerando que o Linux é (ou deveria ser) mantido e melhorado através da troca de experiências entre as comunidades, quero deixar registrado aqui a minha opinião:

    Acho que esses parâmetros usados não colocam um sistema operacional como melhor ou pior. Tudo vai da maneira que você utiliza a sua distro, quais recusros ela te dá, e o mais importante pra mim, a estabilidade.

    Só pra ilustrar, vou colocar aqui os “números” da minha distro (não a considero melhor ou pior que nenhuma, mas atende todas as minhas necessidades)

    Distro: ArchLinux (a versão não é considerada, já que é uma distro rolling upgrade, e isso a coloca Anos Luz na frente do OpenSuse e do Ubuntu)

    WM: openbox

    Tempo de Inicialização: 16 segundos

    Tempo de Login para Uso: menos de 2 segundos (da tela do Slim até o openbox 100% funcional)

    Consumo Médio de RAM: 51MB, com o Conky rodando (fechando o Conky o consumo cai pra 27MB)

    Consumo Médio de CPU: 4% de cada core

    Consumo Médio de Memória (HD): Não entendi direito esse quesito, mas se for consumo de HD ao abrir o Firefox, chega perto dos 85%, porém o firefox abre em aproximadamente 3 segundos (versão 21, compilada na minha máquina, otimizada para o meu processador e minha GPU)

    Tempo de Desligamento: Não considero isso nada importante, mas levou algo em torno de 6 segundos.

    Personalização: Total! Absolutamente tudo… O sistema é exatamente aquilo que você precisa que ele seja.

    Nível de conhecimento Técnico: Avançado. Considere que ao terminar de “instalar”, você só tem duas coisas na máquina: um prompt piscando e uma placa de rede UP. O resto é tudo contigo.

    Eu não acho que exigir um conhecimento técnico desabona uma distro, assim como não acho que desligar rápido torna uma distro melhor que outra que demora mais pra desligar.

    Abraços,
    Dornelas

    • Boa tarde Tiago,

      Muito obrigado pela contribuição e pelos pontos levantados da distro Arch (bem famosa nas comunidades).
      Então Tiago, só quis mostrar os 3 sistemas, e que não há exatamente um pior e um melhor, no caso utilizo o openSUSE já faz um tempo, e acho um ótimo sistema, mas já utilizei Slackware (também braçal), e outras distros (como Mandriva / Mandrake, SliTaz, etc)… O que realmente vale ressaltar é o uso do sistema, os pontos levantados aqui, surgiram, de algumas discussões com alguns amigos sobre S.O.

      Ah já instalei também o OpenBox no SUSE, realmente fica leve, mas já me acostumei com o XFCE e com o KDE, rs…

      Mais uma vez, agradeço o apoio ao blog e muito obrigado pela contribuição pelo ponto levantado da distro Arch.

      Abraços e uma ótima semana.

  9. Olá Atilio, tudo bem?

    Quanto a comparação vou tentar explicar uma coisa:

    Se você particionou o hd e colocou os sistemas em partições diferentes, o resultado não é real. O hd internamente tem discos…, para título de entendimento tomemos como exemplo apenas um disco, esse disco começa a ser lido da borda grande até o centro, nós poderiamos pensar que ele leria de forma mais lenta a parte maior e mais rápida a parte menor, mas isso não acontece, pois a parte maior (a borda) além de conter mais informação os hds possuem uma tecnologia que faz com essa parte seja lida mais rápida e a velocida vai caindo até o centro.

    Agora imagine o hd, a borda é o início e o centro é o fim. Por isso a primeira partição será mais rápida que a segunda, essa mais rápida que a terceira e assim por diante. A diferença de velocidade da borda (inicio do hd) até o centro (fim do hd) é grande.

    O Windows só consegue dá boot se estiver na primeira partição, consequentemente será muito mais rápido do que os demais…

    Abraços e até a próxima!

    • Bom dia Rubens,

      Muito obrigado pela contribuição.

      Não sabia sobre essas divergências, é que na época que usava Windows 7, o Ubuntu era bem mais rápido…

      Hoje mesmo, o OpenSUSE 12.3, é o sistema mais rápido que uso em meu notebook (também tenho TrialBoot, porém com outros sistemas).

      Abração meu querido e mais uma vez obrigado pelo apoio ao blog.

  10. Olá Boa noite! PArabens pelo Blog, gostaria de saber se é possivel no OpenSuse 13.1 rodar aplicativos do windows 7??

  11. Pingback: Confira teste feito por usuário, entre o openSUSE x Ubuntu x Windows 8! | Comunidade GNU/Linux SempreUpdate

  12. Pingback: Confira teste feito por usuário, entre o openSUSE x Ubuntu x Windows 8! – Comunidade GNU/Linux SempreUpdate

  13. Achei legal seu post, mas tenho duas críticas, apesar de o fazer de uma maneira simples, você se focou em aspectos muito técnicos e, na minha opnião, por vezes relevantes. O ideial , ao meu ver é claro, seria usar algo mais voltado a detalhes em relação ao uso cotidiano das distros ou S.O.s apresentados, coisas que determinem a preferência de um usuário em relação a este. Outro elemento que vou citar é que o uso do desktop padrão, muitas pessoas veem um desktop como pesado mas eles também não levam em conta a máquina utilizada, tinha o lxle (com LXDE) e ele apanha de um OpenSuse com KDE em relação a velocidade de iniciliazação de um aplicativos. Ou seja os desktops atuais são “mais pesados” porque trazem mais aproveitamento de recursos do hardware modernos, é claro que eu não estou levando em conta as otmizações das distros. (Eu já sabia disso antes do teste, e meu amigo falou esses dias sobre isso, mas não sabia que a diferença é tão brutal). A mesma coisa vale para Windows8.

    • Boa noite Luiz.
      Muito obrigado pela contribuição, realmente você tem razão, quando fiz o post quis fazer algo apenas superficial, tanto que o OpenSUSE que ficou mais atrás, é o que mais utilizo (já faz uns 5 anos eu acho, rsrs.. até mais)…
      Agradeço mais uma vez a contribuição.
      Um grande abraço.

    • Boa noite Lucas.
      Obrigado pela contribuição, na época da postagem, quis apenas salientar alguns aspectos que diferenciavam os SOs, para uma próxima comparação, anotarei a sugestão.
      Um grande abraço.

Deixe uma resposta